Nós, da CONCP, queremos que nos nossos países martirizados durante séculos, humilhados, insultados, nunca possa reinar o insulto, e que nunca mais os nossos povos sejam explorados, não só pelos imperialistas, não só pelos europeus, não só pelas pessoas de pele branca, porque não confundimos a exploração ou os factores de exploração com a cor da pele dos homens; não queremos mais a exploração no nosso país, mesmo feita por negros. Lutamos para construir, nos nossos países, em Angola, em Moçambique, na Guiné, nas Ilhas de Cabo Verde, em S. Tomé, uma vida de felicidade, uma vida onde cada homem respeitará todos os homens, onde a disciplina não será imposta, onde não faltará o trabalho a ninguém, onde os salários serão justos, onde cada um terá o direito a tudo o que o homem construiu, criou para a felicidade dos homens. É para isso que lutamos. Se não o conseguirmos, teremos faltado aos nossos deveres, não atingiremos o objectivo da nossa luta”. AMILCAR CABRAL

terça-feira, 22 de julho de 2008

UM MILHÃO DE "TERRORISTAS"


Já vai em um milhão de nomes a lista de nomes de terroristas a serem observados no império bushiano. A lista inclui membros do Congresso, freiras, heróis de guerra e outros com "carácter suspeito". Nos aeroportos e em outros lugares as pessoas na lista são retidas, interrogadas e vexadas.Confira aqui

6 comentários:

Anja Rakas disse...

Daqui a pouco até meu cão estará nessa lista!

Bjs sem apelido

AGRY disse...

A prepotência dos senhores da guerra conduziu-os, inevitavelmente, a criar leis que preservem o monopólio da produção e comercialização de armamento. O resto é folclore e histórias para serem contadas a camelos recém-nascidos
Bjs sem fronteiras

Jonathan McCharty disse...

Esta treta da "guerra contra o terrorismo" nao passa de uma manobra para legitimar as ilegalidades que Bush e a sua entourage de neocons decidiu brindar nao so os EUA, mas o mundo inteiro. Sao escutas telefonicas, prisoes arbitrarias e sem julgamento, etc! E business....muito business! Esse e' o cerne da questao! "Shock Doctrine" de Naomi Klein e' uma boa leitura.

AGRY disse...

Shock Doctrine" de Naomi Klein está neste blog.É, de facto, um peso "pesado" dificil de digerir

Jonathan McCharty disse...

A proposito, teras visto o documentario dela "The Take" acerca da recente crise argentina??
Aquela e' uma licao que o mundo assolado pela onda de privatizacoes e consequente paralisacao do tecido industrial (como Mocambique) deveria adoptar.

AGRY disse...

Ora aí está uma excelente ideia. Um dia destes postarei um fragmento desse filme de Naomi e Avi Lewis