Nós, da CONCP, queremos que nos nossos países martirizados durante séculos, humilhados, insultados, nunca possa reinar o insulto, e que nunca mais os nossos povos sejam explorados, não só pelos imperialistas, não só pelos europeus, não só pelas pessoas de pele branca, porque não confundimos a exploração ou os factores de exploração com a cor da pele dos homens; não queremos mais a exploração no nosso país, mesmo feita por negros. Lutamos para construir, nos nossos países, em Angola, em Moçambique, na Guiné, nas Ilhas de Cabo Verde, em S. Tomé, uma vida de felicidade, uma vida onde cada homem respeitará todos os homens, onde a disciplina não será imposta, onde não faltará o trabalho a ninguém, onde os salários serão justos, onde cada um terá o direito a tudo o que o homem construiu, criou para a felicidade dos homens. É para isso que lutamos. Se não o conseguirmos, teremos faltado aos nossos deveres, não atingiremos o objectivo da nossa luta”. AMILCAR CABRAL

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

LONDRES ACEITA SUBSTITUIÇÃO DE MUGABE


Os pruridos e as convicções de Gordon Brown no que respeita à presença de Mugabe na cimeira UE-África, relevam para questões de incompatibilidade pessoal. Não é o regime que está em causa, nem as politicas, nem tão pouco as pessoas. É o presidente do Zimbabwé.Exclusivamente.
Revela disponibilidade e abertura na busca de soluções que permitam a outra pessoa
assistir à reunião como representante do Zimbabwé.
O carácter repressivo, ou não, do regime instalado nesta ex-colónia inglesa, e as próprias decisões da OUA parecem não pesar nas opções de politica externa de Gordon.
Integrados no mesmo time, Brown e Amado fariam sucesso no campeonato de aproximação de África-Europa.

1 comentário:

pereiraaps disse...

Olá! Aceita parceria troca link

www.pereiraaps.com

Se positivo envie e-mail para
contato@pereiraaps.com

Meu Link
Site do Pereira

Obrigado

Pereira