Nós, da CONCP, queremos que nos nossos países martirizados durante séculos, humilhados, insultados, nunca possa reinar o insulto, e que nunca mais os nossos povos sejam explorados, não só pelos imperialistas, não só pelos europeus, não só pelas pessoas de pele branca, porque não confundimos a exploração ou os factores de exploração com a cor da pele dos homens; não queremos mais a exploração no nosso país, mesmo feita por negros. Lutamos para construir, nos nossos países, em Angola, em Moçambique, na Guiné, nas Ilhas de Cabo Verde, em S. Tomé, uma vida de felicidade, uma vida onde cada homem respeitará todos os homens, onde a disciplina não será imposta, onde não faltará o trabalho a ninguém, onde os salários serão justos, onde cada um terá o direito a tudo o que o homem construiu, criou para a felicidade dos homens. É para isso que lutamos. Se não o conseguirmos, teremos faltado aos nossos deveres, não atingiremos o objectivo da nossa luta”. AMILCAR CABRAL

terça-feira, 15 de julho de 2008

ANIVERSÁRIO DO NAVEGADOR SOLIDÁRIO

Este blog completou, há dias, um ano de vida. Para mim, foi uma experiência simpática: a descoberta de um espaço de liberdade , de tolerância e dos seus contrários. Consegui sobreviver sem cedências.
Neste período, cruzei-me com muita gente interessante. Gente que soube resistir à colonização mental que a todos persegue. Gente independente, de grande talento e despretensiosa .
Depois, descobri que um cidadão não é um mero consumidor passivo de informação distribuída pelos grandes grupos detentores dos auto-intitulados órgãos de informação de referência. Neste meio, o cidadão pode converter-se num produtor interventivo de informação. Pode reproduzir grandes problemas sociais e apelar à sua reflexão e denúncia.
Pode, e deve, desmistificar os poderosos grupos económicos que amordaçam a noticia, estrangulam a liberdade de expressão e lançam o leitor para os braços da desinformação anestesiante.
Apesar de tudo, temos que nos manter despertos e atentos. O espírito repressivo já produziu os primeiros ensaios na Net.
Recentemente, foi encerrado um Blog português, por decisão judicial. Também em Espanha um tribunal condenou um blog, esta semana.
Os inimigos da liberdade resistem, sempre resistiram à mudança. Os ingénuos também.
Estes são uma espécie de adubo que possibilita a proliferação das ervas daninhas.
Mas a Net não se esgota nos blogues, não será?

12 comentários:

DigitalnoIndico disse...

Parabéns Agry, pelo excelente blog que estás a construir porque ele é muito bom. Conteúdo moderno, simples e bonito. Mais uma vez parabéns para ti pelo teu blog e pelo teu ano na blogsfera. Um abraço, Ana

AGRY disse...

Um pouco acima, afirmo que, neste período, me cruzei com gente muito interessante. O teu comentário é muito gratificante e muito ternurento. Obrigado, muito obrigado Ana
Um forte abraço
Agry

MM disse...

Parabéns!!!

ximbitane disse...

Um aninho? Que idade simpáctica para uma "criança" com tanta maturidade, sabedoria, artigos repletos de pensar único e objectivo...

Parabéns, Navegador Solidário!

AGRY disse...

MM
Seria, talvez presunçoso, chamar a esta iniciativa algo como...que um filho. Mas temos, sem falsas modéstias, algum prazer em andarmos por aqui.
Obrigado
Abraço

AGRY disse...

Ximbintane
Eu sei que és frontal e só dizes o que pensas mas isto não significa, necessariamente, que a razão está sempre do teu lado. Obrigado pelo teu comentário embora peque por excesso. Tenho feito o melhor que sei (ou quase) mas nem tanto ao mar
Abração

Paula Crespo disse...

Os meus parabéns, Agry! O seu blogue promete uma existência prolongada :)
Quanto à vitalidade da blogosfera isso é inegável, e ainda bem. É um espaço de reflexão e debate, como muito bem disse. E desde que sejam construtivos, venham os comentários...! ;)
Bjs

AGRY disse...

Paula
Quer se goste, ou não, a blogosfera não pode ser mais ignorada. É um espaço de cultura, de informação, de debate. Transporta, inevitavelmente, vícios e mazelas doutras zonas. Socorrendo-me do anúncio, direi: “perfeito, perfeito..não há
Bjs

Anja Rakas disse...

Meu caro.
Meus parabéns.
Bem os mereces.
Gostaria de ter tempo para comentar mas esgotam-se as palavras e meu "tempo".

Recebe com carinho meus bjs angelicais

AGRY disse...

Anja Rakas
obrigado pelas tuas doces, ternurentas e angelicais palavras.
Beijos

Pedro Ayres disse...

Agry
É claro que aqui estão os meus parabéns, principalmente pela lucidez e sopro de esperança que nele há. Tê-lo como leitor e comentarista é um privilégio, pois, sempre permite que o meu blog seja visitado pelo castiço, declicioso e musical português dos meus clássicos.
O post de aniversário é um primor de singeleza e seriedade, meus parabéns.

AGRY disse...

Pedro
Não gostaria de resvalar para a vulgaridade e converter um elogio numa réplica gratuita e oportunista.
Já o escrevi, no meu e no teu blogue, o elevado apreço que nutro pelo autor de Crónicas e Críticas da América Latina. Este blogue, já o disse, é uma trincheira pela defesa intransigente dum mundo mais solidário e mais justo. Pedro Ayres, jornalista experimentado e talentoso, desenvolveu a sua actividade durante décadas integrando o que de melhor existia no jornalismo no Brasil.
No seu blogue, escreve com a simplicidade que lhe é reconhecida: “Hoje quero apenas ajudar no debate de um mundo novo possível. "
Abraço
Agry