Nós, da CONCP, queremos que nos nossos países martirizados durante séculos, humilhados, insultados, nunca possa reinar o insulto, e que nunca mais os nossos povos sejam explorados, não só pelos imperialistas, não só pelos europeus, não só pelas pessoas de pele branca, porque não confundimos a exploração ou os factores de exploração com a cor da pele dos homens; não queremos mais a exploração no nosso país, mesmo feita por negros. Lutamos para construir, nos nossos países, em Angola, em Moçambique, na Guiné, nas Ilhas de Cabo Verde, em S. Tomé, uma vida de felicidade, uma vida onde cada homem respeitará todos os homens, onde a disciplina não será imposta, onde não faltará o trabalho a ninguém, onde os salários serão justos, onde cada um terá o direito a tudo o que o homem construiu, criou para a felicidade dos homens. É para isso que lutamos. Se não o conseguirmos, teremos faltado aos nossos deveres, não atingiremos o objectivo da nossa luta”. AMILCAR CABRAL

sexta-feira, 4 de julho de 2008

RESGATE DE 15 REFÉNS DAS FARC


Uma operação militar que contou com a falta de comunicação dentro da guerrilha resultou na libertação de 15 reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), entre os quais Ingrid Betancourt e um lusodescendente. É uma importante vitória da política do Presidente Álvaro Uribe, que foi eleito em 2002 prometendo uma "mão forte" contra a guerrilha...

Decidimos não atacar" os outros 15 guerrilheiros que estavam presentes no local, respeitando a sua vida, "esperando que as FARC, em reciprocidade, soltem o resto dos sequestrados", acrescentou, dizendo que a operação "Jaque" ficará na história "pela sua audácia e eficácia". Santos fez um novo pedido à guerrilha para que "deponha as armas, não se matem nem sacrifiquem os seus homens" e se "desmobilizem". Confira aqui


Três mercenários estado-unidenses, 11 polícias & militares e um membro da classe dominante colombiana foram recuperados dia 2 pelo governo narco-militarista de Uribe. Daquilo que já se sabe deste episódio verifica-se: 1) Seguindo o diktat bushiano, Uribe continua a rejeitar a solução política do conflito – que deveria ter início com uma troca humanitária de prisioneiros, como propõe as FARC-EP. 2) O governo uribiano-bushiano não hesitou em por em risco a vida dos retidos. 3) Os retidos foram mantidos em boa saúde – poderá o Estado colombiano dizer o mesmo daqueles que mantem nas suas masmorras? 4) Regimes repressivos & fascistas muitas vezes obtêm êxitos em operações de comandos, como mostra a história de Israel e da Alemanha hitleriana – mas isso não leva à paz com justiça social. 5) O alarido mediático dos media corporativos volta-se selectivamente para os membros da classe dominante – mas nunca mencionam os sofrimentos dos oprimidos, como os milhões de camponeses colombianos expoliados das suas terras ou as centenas de guerrilheiros das FARC-EP que padecem nas prisões uribistas. 6) A operação ardilosa do dia 2, infelizmente, pôs a Colômbia mais distante da paz. Confira aqui


A operação que permitiu o resgate de 15 reféns das Farc foi 100% colombiana, apesar de os Estados Unidos terem auxiliado em "ajustes prévios", disse o ministro da Defesa da Colômbia, Juan Manuel Santos.
A operação resgatou a política Ingrid Betancourt, os americanos Thomas Howes, Marc Gonsalves e Keith Stansell - ligados ao Departamento de Defesa de seu país - e 11 militares e policiais colombianos.
"Nós informamos e pedimos que nos ajudasse com algumas pessoas para testar as teorias que tínhamos e eles nos ajudaram um pouco a calibrar certas coisas, mas à margem. A verdade é que foi uma operação 100% colombiana, inclusive toda a inteligência foi colombiana" Confira
aqui
A mesma fonte faculta-nos o vídeo, que pode ver a seguir.
A primeira reação do governo americano foi dar todo o crédito ao governo colombiano para não parecer uma intervenção. Mas é difícil acreditar que a Casa Branca não tenha tido um papel mais ativo para libertar os três americanos . Confira
aqui

Le Figaro" duvida da "operação colombiana". Confira aqui

IMAGEM DAQUI



1 comentário:

Pedro Ayres disse...

Caro Agry
Faz tempo que não testemunho uma patuscada desse tipo. Quer dizer que foram necessários três(3) serviços de inteligência(sic)para corromper um carcereiro e sua noiva? O mais interessante é que o tiro acabou saindo pela culatra, pois, o Uribe ficará mais desmoralizado do que antes e a nova Jeanne d'Arc lutando para ter mais quinze minutos de fama.